novembro azul gestão de saúde

A importância do Novembro Azul na gestão de saúde

11 novembro, 2022

O mês de novembro é um de grande importância na saúde, pois é quando todos os olhos se voltam à campanha de Novembro Azul, a qual procura alertar e conscientizar sobre o câncer de próstata.

Incluir a campanha de Novembro Azul nas estratégias de gestão de saúde é extremamente essencial, principalmente considerando alguns dos tabus que a doença e os exames necessários para o diagnóstico sofrem.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre a importância do Novembro Azul na gestão de saúde corporativa, o que pode ser feito e como usar a tecnologia ao seu favor na elaboração de ações da campanha. Continue lendo!

Por que é tão importante incluir a campanha de Novembro Azul nas estratégias de gestão de saúde? 

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de próstata ocasionou a morte de 44 brasileiros por dia durante o ano de 2021. Esse é o segundo tipo de câncer com maior mortalidade entre homens, perdendo apenas para o câncer de pulmão.

Além disso, o Inca (Instituto Nacional do Câncer) projetou 65.840 novos casos de câncer de próstata em 2022. Isso só mostra o papel fundamental da gestão de saúde em prevenir esses possíveis casos e incentivar o diagnóstico precoce.

Entretanto, para que esse incentivo funcione, é preciso quebrar outra barreira: o tabu que os exames necessários para o diagnóstico sofrem. É uma missão das operadoras e corretoras desmistificar e tirar todas as dúvidas que os beneficiários possam ter sobre esses procedimentos. 

Com prevenção e diagnóstico precoce, o tratamento não será tão caro e invasivo, os beneficiários ficarão mais saudáveis e a sinistralidade da conta permanecerá equilibrada, ou seja, o trabalho de gestão de saúde é vantajoso para todos.

novembro azul gestão de saúde

Quais ações podem ser promovidas durante o Novembro Azul?

Agora que você já sabe mais sobre a campanha do Novembro Azul e a importância dela na gestão de saúde corporativa, confira o que corretoras, empresas e operadoras podem fazer na prática:

  • Isentar os funcionários e os dependentes do sexo masculino da coparticipação na realização dos exames de toque retal e do exame de sangue para avaliar a dosagem do PSA (antígeno prostático específico) durante o período do Novembro Azul;
  • Realizar contato telefônico com os beneficiários reforçando a importância dos exames e a isenção da coparticipação durante o período;
  • Promover palestras com médicos e especialistas em saúde;
  • Divulgar conteúdos por e-mail e canais de comunicação oficiais da empresa, com foco em reforçar a mensagem sobre a importância de quebrar o estigma sobre os cuidados que homens devem tomar com a própria saúde, dando um destaque para a prevenção.

Novembro Azul e gestão de saúde com tecnologia

A gestão de saúde se torna um processo bem mais eficiente quando é feito com tecnologia. Uma plataforma como a Wellbe possibilita o mapeamento de oportunidades e riscos, algo que ajuda na estratégia e direcionamento das ações preventivas.

Além do Novembro Azul, o BI para gestão de saúde possui uma série de indicadores que fazem toda a diferença na execução do trabalho do gestor de saúde.

Quer saber mais? Baixe o guia Novembro Azul: ações preventivas na saúde empresarial!

Leia também

Deixe seu comentário

O mês de novembro é um de grande importância na saúde, pois é quando todos os olhos se voltam à campanha de Novembro Azul, a qual procura alertar e conscientizar sobre o câncer de próstata.

Incluir a campanha de Novembro Azul nas estratégias de gestão de saúde é extremamente essencial, principalmente considerando alguns dos tabus que a doença e os exames necessários para o diagnóstico sofrem.

Neste artigo, falaremos um pouco mais sobre a importância do Novembro Azul na gestão de saúde corporativa, o que pode ser feito e como usar a tecnologia ao seu favor na elaboração de ações da campanha. Continue lendo!

Por que é tão importante incluir a campanha de Novembro Azul nas estratégias de gestão de saúde? 

Segundo o Ministério da Saúde, o câncer de próstata ocasionou a morte de 44 brasileiros por dia durante o ano de 2021. Esse é o segundo tipo de câncer com maior mortalidade entre homens, perdendo apenas para o câncer de pulmão.

Além disso, o Inca (Instituto Nacional do Câncer) projetou 65.840 novos casos de câncer de próstata em 2022. Isso só mostra o papel fundamental da gestão de saúde em prevenir esses possíveis casos e incentivar o diagnóstico precoce.

Entretanto, para que esse incentivo funcione, é preciso quebrar outra barreira: o tabu que os exames necessários para o diagnóstico sofrem. É uma missão das operadoras e corretoras desmistificar e tirar todas as dúvidas que os beneficiários possam ter sobre esses procedimentos. 

Com prevenção e diagnóstico precoce, o tratamento não será tão caro e invasivo, os beneficiários ficarão mais saudáveis e a sinistralidade da conta permanecerá equilibrada, ou seja, o trabalho de gestão de saúde é vantajoso para todos.

novembro azul gestão de saúde

Quais ações podem ser promovidas durante o Novembro Azul?

Agora que você já sabe mais sobre a campanha do Novembro Azul e a importância dela na gestão de saúde corporativa, confira o que corretoras, empresas e operadoras podem fazer na prática:

Novembro Azul e gestão de saúde com tecnologia

A gestão de saúde se torna um processo bem mais eficiente quando é feito com tecnologia. Uma plataforma como a Wellbe possibilita o mapeamento de oportunidades e riscos, algo que ajuda na estratégia e direcionamento das ações preventivas.

Além do Novembro Azul, o BI para gestão de saúde possui uma série de indicadores que fazem toda a diferença na execução do trabalho do gestor de saúde.

Quer saber mais? Baixe o guia Novembro Azul: ações preventivas na saúde empresarial!